domingo, 14 de agosto de 2011

The bests

Há alguns dias, lendo o post do Gus, meu amigo argentino e parceiro neste blog, fiz um comentário que não saiu mais da minha cabeça... Por isso, achei que o assunto merecia um novo post...

A questão é: Por que nem sempre os melhores são os vencedores?
Se pararmos para pensar, em todas as áreas isso acontece! Veja:

Na área profissional, temos ótimos profissionais fora do mercado de trabalho ou ocupando cargos inferiores as suas capacidades, enquanto outros, às vezes, nem tão competentes ou especializados na área, ocupam uma boa posição. Ou quantas vezes os melhores funcionários não são escolhidos para uma promoção, mas sim outro colega que não desempenha tão bem a sua função, mas que tem um melhor relacionamento com o chefe?

Na área artística, quantos artistas incríveis estão longe das mídias e de fazer sucesso? Cantores, atores de teatro, escritores, pintores, desenhistas e artesões maravilhosos encontram-se no anonimato, exercendo seu talento como um hobby, por paixão à arte, mas tendo que trabalhar em outras funções para ganhar seu sustento por não conseguirem se manter apenas com o seu talento.

Na vida pessoal, quantas histórias de amor mal resolvidas? Casais apaixonados que juram amor por toda a vida, mas que se perdem pelo caminho sem se casar... Outros que acreditam ter encontrado o amor da sua vida, mas que no dia a dia não conseguem se entender e acabam se separando? Quantos desistem de viver uma história de amor e se acomodam em um relacionamento sem grandes emoções, mas tranquilo e confortável?

No esporte, quantos atletas de alta-performance treinam todos os dias sem oportunidade de mostrar seus potenciais e que passam a vida atrás de um patrocinador para investir na sua carreira, mas envelhecem sem chegar ao sucesso? E quantas vezes os melhores times não conseguem se classificar para um campeonato? Ou fazem uma boa campanha, mas no final não conquistam o título?

Na política, quantos idealistas passam a vida trabalhando em prol da comunidade, fazendo trabalhos voluntários, ajudando o próximo e quando conseguem o apoio de um partido e serem eleitos pelo povo percebem que na prática as coisas são diferentes... Nem sempre conseguem atingir seus objetivos se não se deixarem corromper pelo sistema. Quantos desistem por estes motivos dando lugar a políticos corruptos?

Na escola, nem sempre o aluno mais comportado, educado e dedicado aos estudos é o que tira as melhores notas... Muitos faltam às aulas, conversam demais, fazem bagunça, mas têm mais facilidade de assimilar a lição com o pouco que participam, saindo-se melhores nas provas e nas apresentações. E quantas vezes os melhores alunos na escola não atingem o mesmo sucesso no trabalho depois de formados?

Enfim, muitas vezes parece ser difícil entender porque essas coisas acontecem... Mas acredito que nem sempre os melhores são vencedores porque todos merecem vencer pelo menos uma vez na vida, né? Na minha opinião, os melhores vencedores são aqueles que sabem perder com dignidade e esperar o seu momento de vitória sem desistir na primeira derrota!

11 comentários:

Paola disse...

De fato é bem verdade, gostei bastante Lucimara!!

Lucimara Fernandes disse...

Oi Paola!!
Que surpresa boa contar com a sua participação! Fico feliz por ter gostado do post! Espero continuar contando com as suas visitas no blog!
Obrigada!
Beijos

Anônimo disse...

O tema deste artigo é forte, né Lucimara?Realmente há muita coisa para se pensar a respeito! Ótima reflexão! um beijo

Lucimara Fernandes disse...

Olá caro leitor do blog Pensamentos Cristãos!
Concordo com você, temos muito a refletir sobre este assunto... Por isso, conhecer a opinião de vocês a respeito é muito importante!
Fico feliz por contar com a participação de um novo seguidor! Seja bem-vindo!
Obrigada!

Alexandre Malosti disse...

Lu.. bom dia.... a reflexão proposta é ótima... Recomendo que leiam a respeito das Inteligências Múltiplas.... é simples... quase todas as questões do seu texto estariam respondidas... leia sobre isso.... Não vou falar delas aqui seria muito extenso... Beijos e parabens pela proposta para reflexao....

Lucimara Fernandes disse...

Oi Ale, obrigada pela sugestão! Vou pesquisar o assunto e voltamos a falar sobre isso! O espaço está aberto para essa troca! Muito legal! Valeu!
Beijos

André Bianc disse...

Charles Darwin talvez tenha uma resposta: "Nem sempre os mais fortes e os mais inteligentes vencem, e sim, os que melhores se adaptam."
Querida amiga, vivemos numa corda bamba, em um circo de horrores que é a vida, lá embaixo, não há rede de proteção. Vamos nos equilibrando.
Grande beijo, ótima semana.

Marli disse...

Oi Lu,
Grande assunto para uma boa discussão.
Há uma música que diz "Não é dos fortes a vitória, nem dos que correm melhor, mas dos fiéis e sinceros..." Portanto, vamos viver nossa vida dando 100% de nós e fazendo o melhor que podemos. Infelizmente a maioria de nós compreende isso somente na velhice e vê quanto tempo foi perdido. Eu mesma, vejo que poderia ter trabalhado melhor em todos os empregos que tive, mesmo sendo mal remunerada, dando o máximo de mim e não o razoável.

Lucimara Fernandes disse...

Querido André,
Darwin estava certo... O grande sacada é ter jogo de cintura... Só assim conseguimos nos manter na corda bamba... rs.
Beijos

Marli,
Boa colocação a sua... Devemos procurar fazer sempre o nosso melhor, por nós mesmos, não pelo outro, mas buscando a nossa própria satisfação. Só assim seremos valorizados pelo meio em que vivemos.
E lembre-se, nunca é tarde para aprender, que bom que enxergou isso logo!
Obrigada pelo comentário!
Um grande beijo!

Karina Lapido disse...

Lu, lendo seu texto hoje me veio à cabeça um tema sobre o qual espero ter inspiração para escrever em breve: aceitação. Por que "ter sucesso" significa ter o reconhecimento dos outros? Há muitas formas de se sentir um vencedor, talvez seja um erro pensar que só somos vencedores quando outras pessoas nos consideram assim. Mas quem está qualificado para dizer "este é um vencedor e este não é"?

Lucimara Fernandes disse...

Oi Ká, fico feliz por ter te inspirado! A sua proposta é ótima! Dará um belo post! Mãos à obra!! rs.
Beijos